@PatuemFoco

domingo, 30 de abril de 2017

Em desdobramento da Lava Jato, PF apreende documentos em Natal

A Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreendeu, na manhã de ontem, sexta-feira (28), documentos na residência do professor Lindolfo Neto Sales, ex-secretário de Planejamento e ex-diretor do Detran/RN à época em que o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB) foi governador do Rio Grande do Norte. Quando Garibaldi foi ministro da Previdência, Lindolfo era presidente do INSS. A casa fica em Natal. A ação, segundo a PF, faz parte da operação ‘Satélites 2’, um desdobramento da Lava Jato.
A assessoria do senador Garibaldi Filho informou que desconhece qualquer ação a respeito da chamada operação Satélites, nem a citação do nome de um ex-assessor nesta investigação.
Advogado de Lindolfo, Marcos Braga enviou uma nota ao G1 na qual se posiciona. Disse ele: “Na condição de advogado do Sr. Lindolfo Sales, esclareço que ele recebeu com surpresa a notícia da citação do seu nome na operação deflagrada hoje pela Polícia Federal, especialmente porque não teve acesso às razoes que a motivaram. De todo modo, prestará os esclarecimentos necessários para o pronto arquivamento da investigação”.
Ao todo, a operação tem 10 mandados, todos de busca e apreensão. Além do RN, também foram cumpridas quatro ordens judiciais no Distrito Federal, duas em São Paulo, duas em Alagoas e uma em Sergipe – todas autorizadas pelo ministro Édson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), dentro de um dos 13 inquéritos abertos para investigar o senador Renan Calheiros (PMDB). O principal alvo é o advogado Bruno Mendes, ligado a Renan.
A primeira fase da Satélites foi deflagrada em março. A operação tem esse nome porque os alvos são pessoas próximas aos políticos investigados na Lava Jato no âmbito do STF.
Ainda de acordo com a PF, o objetivo da operação é coletar provas de crimes contra a administração pública, lavagem de dinheiro, corrupção, organização criminosa, entre outros, em investigações relacionadas a desvio de recursos na Transpetro.
Informações do G1/RN
Fotos: Reprodução
Via REDE NEWS 360

DEIXOU O PRESÍDIO: Juiz determina que Eike deixe Bangu e cumpra prisão domiciliar

Eike Batista (Ueslei Marcelino/Reuters)
Eike Batista (Ueslei Marcelino/Reuters)

O juiz federal Gustavo Arruda Macedo determinou neste sábado que Eike Batista deixe Bangu 9 e passe a cumprir prisão domiciliar. A decisão foi tomada um dia após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, atender o pedido de liberdade da defesa do empresário. Preso desde janeiro, Eike terá que ficar em sua casa no Jardim Botânico, onde poderá receber visitas da Polícia Federal sem aviso prévio.

De acordo com o advogado de Eike Batista, Fernando Martins, o empresário deverá deixar a penitenciária neste domingo. O fundador do grupo X foi preso na Operação Eficiência, um desdobramento da Calicute, que levou à prisão o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB). Eike foi indiciado por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e pertencimento a organização criminosa. Ele teria pago US$ 16,5 milhões em propina ao esquema liderado pelo ex-governador Sérgio Cabral para ter benefícios em seus negócios.
Eike Batista (Ueslei Marcelino/Reuters)
Macedo listou nove medidas cautelares, possibilidade aberta no despacho de Gilmar Mendes. Além da prisão domiciliar integral, que só pode ser violada por emergência médica, Eike terá que se manter afastado da direção das empresas do grupo X. O juiz afirma que a prisão domiciliar não é um excesso porque “(…) se o réu está sendo afastado cautelarmente de suas atividades de administração das empresas, justamente com a finalidade de preservar a instrução criminal e a ordem pública até o encerramento da ação penal, mais seguro que permaneça em seu domicílio a fim de preservar a finalidade cautelar da medida ora adotada, ao menos até a sua revisão pelo juiz natural”.
A prisão de Eike foi determinada pelo juiz Marcelo Bretas, responsável pelos desdobramentos da Lava Jato no Rio, mas como a decisão do STF chegou à Justiça Federal do Rio no fim de semana coube ao magistrado de plantão tomar a decisão. Eike Batista não terá que usar tornozeleira eletrônica. O empresário está proibido de manter contato com qualquer réu ou investigado em ações que tramitam na 7ª Vara Federal Criminal, da qual Bretas é titular. Terá ainda que concordar com a quebra de seu sigilo telefônico e telemático, atender a todas as comunicações judiciais e entregar seus passaportes.
A Justiça terá o controle de todos que frequentarem a casa de Eike que só poderá receber a visita de parentes e advogados. A Polícia Federal poderá entrar na casa do empresário a qualquer momento, sem aviso prévio ou necessidade de autorização judicial. “O descumprimento de qualquer dessas medidas acarretará ipso facto o restabelecimento da prisão preventiva anteriormente decretada”, diz o magistrado na decisão.
A decisão liminar de Gilmar Mendes citava “constrangimento ilegal” ao empresário. No despacho o ministro mencionou a gravidade dos supostos crimes cometidos pelo empresário e o “sofisticado esquema para ocultação” da origem do dinheiro, apontado nas investigações. Ele considerou, no entanto, que os fatos foram cometidos entre 2010 e 2011 e, portanto, “consideravelmente distantes no tempo da decretação da prisão”.
“O fato de o paciente ter sido denunciado por crimes graves – corrupção e lavagem de dinheiro -, por si só, não pode servir de fundamento único e exclusivo para manutenção de sua prisão preventiva”, escreveu Gilmar Mendes.

Veja Online Via Catolé News

NÚMEROS DA MEGA-SENA: Nenhum apostador acerta as dezenas do concurso 1.925 da Mega-Sena

Nenhum apostador acertou as dezenas do concurso 1.925 da Mega-Sena, realizado neste sábado (29/04), em Franco da Rocha (SP).
Os números sorteados foram: 01 - 17 - 38 - 43 - 45 - 47.
Com isso, a estimativa do prêmio para o próximo sorteio, na quarta-feira (03 de maio) é de R$ 40 milhões.
A quina teve 50 acertadores, que vão receber cada um o prêmio de R$ 53.604,54. Já a quadra teve 5.258 apostas vencedoras. Cada um dos ganhadores irá receber R$ 728,20.
 

ÉPOCA 
Via Catolé News

Polícia encontra veículo utilizado em arrastão

O veículo, com queixa de roubo, estava atolado.

Nesta sexta-feira(28), a polícia encontrou um veículo abandonado em uma estrada carroçável no sítio Santana, em Mossoró. O carro tipo gol de cor prata havia sido roubado no último dia 26. Segundo os policiais, o veículo foi utilizado no arrastão, ocorrido quinta-feira, contra o ônibus que levava os estudantes para UERN de Assu.
Pertences das vítimas estavam dentro do carro. (Fotos: Fim da Linha)

No interior do veículo, que estava atolado, foram encontrado diversos documentos das vítimas que estavam no ônibus.

Via Blog do Jarbas Rocha

Carreta pega fogo na BR 405 próximo a Severiano Melo/RN

Uma carreta que provavelmente saiu de Mossoró/RN com uma carga de sal incendiou na BR 405 nas proximidades da comunidade rural de Malhada Vermelha, município de Severiano Melo no início da tarde desse domingo 30.

O veículo e a carga deu perda total, o motorista viajava só e nada sofreu.

O registro fotográfico e o vídeo foram feitos pela internauta Nizária Pereira e enviada ao blog João Moacir.

Via Blog Queiroz News

FALECEU AOS 70 ANOS O CANTOR BELCHIOR

O cantor e compositor cearense Belchior, de 70 anos, morreu na noite de sábado (29) em Santa Cruz do Sul (RS). A família não divulgou a causa da morte. O corpo deve ser trazido para o Ceará, onde ocorrerá o sepultamento na cidade de Sobral, onde o artista nasceu, segundo a Secretaria de Cultura do Estado.

O Governo do Estado do Ceará confirmou a morte e decretou luto oficial de três dias. “Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior" disse em nota o governador Camilo Santana. "O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará e do Brasil".

O traslado do corpo será feito pelo Governo do Ceará, que aguarda liberação das autoridades gaúchas. O horário ainda não foi confirmado, mas a expectativa é que o corpo seja levado ainda hoje.

A assessoria do governo disse também que o chefe da Casa Militar do Ceará, coronel da Polícia Militar Túlio Studart, entrou em contato com o chefe da Casa Militar do RS, e que eles aguardam o resultado do laudo oficial.

*G1/CE

Barriguda News

ÔNIBUS DE EXCURSÃO CAPOTA APÓS COLISÃO COM MOTOCICLETA NA RN-203


Um homem morreu na manhã deste domingo (30) após uma colisão envolvendo um ônibus de excursão e uma motocicleta na RN-203, município de São Pedro, distante pouco mais de 60 quilômetros de Natal. A pessoa que morreu, ainda não identificada, estava na moto. Ainda não há a confirmação da quantidade de feridos nem de quantas pessoas estavam no ônibus.

Segundo a PM, o ônibus é da empresa Santa Fé. Após a batida, o motorista perdeu o controle, saiu da pista e o veículo acabou capotando. O ônibus, que foi fretado para um passeio, havia acabado de sair da cidade de São Paulo do Potengi e seguida para a lagoa de Boa Água, em São José de Mipibu, município da região metropolitana da capital potiguar.

Fonte: Robson Pires Via RN POLITICA EM DIA

Lula amplia liderança para 2018 e Bolsonaro chega ao 2º lugar, diz Datafolha

Da Folha de São Paulo

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) cresceu e aparece no segundo lugar da corrida para a Presidência em 2018, empatado tecnicamente com a ex-senadora Marina Silva (Rede).

É o que aponta a primeira pesquisa Datafolha após a divulgação de detalhes da delação da Odebrecht, que atingiu em cheio presidenciáveis tucanos –que veem o prefeito paulistano, João Doria (PSDB), surgir com índices mais competitivos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), por sua vez, mantém-se na liderança apesar das menções no noticiário recente da Lava Jato.

O Datafolha fez 2.781 entrevistas, em 172 municípios, na quarta (26) e na quinta (27), antes da greve geral de sexta (28). A margem de erro é de dois pontos percentuais.

O deputado Bolsonaro, que tem posições conservadoras e de extrema direita, subiu de 9% para 15% e de 8% para 14% nos dois cenários em que é possível acompanhar a evolução. Nesses e em outros dois com candidatos diversos, Bolsonaro empata com Marina.

Ele é o segundo nome mais lembrado de forma espontânea, com 7%. É menos que os 16% de Lula, mas acima dos 1% dos outros.

Com uma intenção de voto concentrada em jovens instruídos e de maior renda, Bolsonaro se favorece da imagem de “outsider” com baixa rejeição (23%) e do fato de que o Datafolha já registrava em 2014 uma tendência conservadora no eleitorado.

Ele parece ocupar o vácuo deixado por lideranças tradicionais de centro-direita do PSDB, golpeadas na Lava Jato, confirmando a avaliação de que há espaço para candidaturas que se vendam como antipolíticas em 2018.

O senador Aécio Neves (MG), que terminou em segundo em 2014 e hoje é investigado sob suspeita de corrupção e caixa dois, é o exemplo mais eloquente da crise tucana. É tão rejeitado quanto Lula: não votariam nele 44%, contra 30% no levantamento de dezembro passado. Sua intenção de voto oscilou de 11% para 8%, quando era de 26% no fim de 2015.

Já o governador Geraldo Alckmin (SP) viu sua rejeição pular de 17% para 28%, e sua intenção de voto oscilou para baixo, de 8% para 6%. Até a delação da Odebrecht, em que é suspeito de receber R$ 10,7 milhões em caixa dois, ele passava relativamente ao largo da Lava Jato.

Marina, com “recall” de candidata em 2010 e 2014, registra tendência de queda nos cenários de primeiro turno. Para o segundo turno, ela segue na liderança, mas empata tecnicamente com Lula.

O ex-presidente mostra resiliência enquanto surgem relatos de sua relação com a construtora OAS e tendo a possibilidade de ficar inelegível se for condenado em duas instâncias na Lava Jato.

Nos dois cenários aferíveis, suas intenções subiram para 30%, saindo de 25% e 26%.

Lula atinge assim o terço do eleitorado que era considerado, antes da debacle do governo Dilma Rousseff, o piso de saída do PT. Parte do desempenho pode estar associado à vocalização da oposição ao governo Michel Temer (PMDB), impopular.

Já na pesquisa de segundo turno, Lula derrota todos exceto Marina e um nome que não havia sido testado até agora: o do juiz Sergio Moro, que comanda processos contra o ex-presidente na primeira instância da Lava Jato.

Sem partido, Moro supera Lula numericamente, com empate técnico: 42% a 40%. No cenário de primeiro turno em que é incluído, o juiz chega tecnicamente em segundo. Neste cenário, o apresentador Luciano Huck (sem partido, mas sondado pelo Novo), estreia com 3%.

Outro neófito na pesquisa é Doria, que tem tido o nome cada vez mais citado como pré-candidato ao Planalto. Ele ultrapassa seu padrinho Alckmin, ainda que dentro da margem de erro. E tem duas vantagens importantes: ainda não é um nome nacionalmente conhecido e tem baixa rejeição, de 16%.

Na hipótese de ser o candidato tucano com Lula, Doria pontua 9% no quarto lugar. Sem Lula, sobe para 11% mas fica na mesma posição, ultrapassado por Ciro Gomes (PDT) –que tenta se posicionar como nome da esquerda caso o petista não concorra. No segundo turno, Doria perderia para Lula, Marina e Ciro.











Cenários.


Via Blog do João Marcolino

Avião com 39 pessoas a bordo desaparece dos radares em Cuba

Um avião operado pela companhia Aerogaviota desapareceu neste sábado 29 com 39 passageiros a bordo na ilha de Cuba. As primeiras informações dão conta de que entre as vítimas mortais estão oito militares.

Segundo redes de televisão locais, a aeronave, um Antonov-26, desapareceu dos radares quando sobrevoava a zona de Pinar Del Rio, numa área de difícil acesso em Las Lomas de San Cristóbal.

Via Blog do João Marcolino

FORAGIDOS DE PRESÍDIO DO CEARÁ SÃO RECAPTURADOS EM BARAÚNA

Dois homens foragidos do Presídio de Icapuí, no Ceará, foram recapturados por policiais militares da equipe “Carcará”, no município potiguar de Baraúna, neste sábado (29).

De acordo com informações da Polícia Militar, Paulo Sérgio da Silva Pereira, de 26 anos, natural de Aracati (CE) e Francisco Italo Gonçalves de Almeida, de 20, natural de Fortaleza (CE) estavam em atitude suspeita em uma localidade conhecida como Assentamento Aroeira 2, distante 20 km do centro da cidade.

Ainda segundo a PM, após receber denúncias, um equipe se deslocou ao local e realizou a abordagem quando foi constato que se tratava de dois foragidos da justiça do estado do Ceará.

Fonte: Paulo Silva/Gazeta do RN Via RN POLITICA EM DIA

Vacinação contra febre aftosa começa em 22 estados a partir desta segunda-feira (1º)

Na próxima segunda-feira (1º), a vacinação contra a febre aftosa começa em 22 estados e no Distrito Federal. A meta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é imunizar 198 milhões de bovinos e bubalinos durante todo o mês de maio. O número representa mais de 90% do rebanho do país, de 217,5 milhões de cabeças.

Todos os animais deverão ser vacinados, exceto os dos rebanhos do Acre, Espírito Santo, Paraná e São Paulo, que nesta etapa vão imunizar apenas animais com de até 24 meses. Parte dos estados do Amazonas e do Pará, além de Rondônia e Roraima, já começou a imunização entre março e abril.
aftosa mossoro
Febre Aftosa.


Via Blog do João Marcolino

LULA: "TEREI O MAIOR PRAZER EM SER CANDIDATO PARA DERROTAR O ESCOLHIDO DA REDE GLOBO"

Ao lado de Dilma, Olívio e outras lideranças em defesa do Polo Naval de Rio Grande (RS), ex-presidente provoca a emissora, que atua para tirá-lo de 2018 e "deve ter uma azia desgraçada a cada pesquisa eleitoral".

Um dia após a greve geral desta sexta-feira contra a reforma da Previdência e trabalhista, que contou com a adesão de mais de 35 milhões de trabalhadores e foi destaque na imprensa internacional, uma multidão voltou às ruas na tarde de hoje (29). Desta vez, a população de Rio Grande (RS) e municípios vizinhos lotou a praça em frente à prefeitura para ouvir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em ato em defesa da indústria naval brasileira, da Petrobras, do pré-sal e da democracia.

Rio Grande sedia o polo naval que já foi responsável por mais de 20 mil postos de trabalho diretos e indiretos, e que hoje enfrenta grave crise pela falta de investimentos.

Ao lado de Dilma Rousseff, do ex-governador Olívio Dutra (PT), da senadora Gleisi Hoffman (PT-PR), além de deputados petistas, dirigentes da CUT e de sindicatos, entre outros aliados, Lula desafiou a Rede Globo a apresentar o nome do candidato que deverá apoiar para a Presidência da República.

"Eu peço a Deus que a Globo descubra qual é o seu candidato porque eu, que nem queria ser candidato, terei o maior prazer em derrotar esse candidato. A Globo não se presta mais a transmitir informações, mas em tentar destruir o PT, Dilma e Lula", disse, sob aplausos da multidão.

A emissora, segundo o ex-presidente, "deve ficar com uma azia desgraçada quando faz pesquisa e vê meu nome", afirmou, para então emendar que continua sendo o "Lulinha paz e amor".

Lula atacou o presidente Michel Temer (PMDB) e sua política de desmonte do Estado e de ataques aos direitos dos trabalhadores.

"Uma nação não pode ser condenada por alguém que não sabe governar, que não entende da alma desse povo, que não conhece as raízes profundas. Não pode ser governado por alguém que, por incapacidade, está vendendo um país que construímos."

Ele também mencionou o juiz federal Sérgio Moro, a quem prestará depoimento no próximo dia 10. "Não estou sendo 'julgado' por corrupção, mas pelo meu jeito de governar. E como dizia Fidel, a história vai me absolver."

Ao defender o polo naval de Rio Grande como símbolo da indústria naval e da soberania nacional, lembrou o processo difícil de convencimento da direção da Petrobras, logo no início de seu primeiro mandato, para o investimento no conteúdo nacional apesar do aparente custo mais baixo oferecido por empresas estrangeiras.

"A gente tem de pensar no país, nos trabalhadores, e não apenas na Petrobras. É preciso pensar nos empregos que são criados, nos impostos que o país vai receber. E nada mais alegre do que um povo com trabalho digno. Não posso ter o mais barato e ver o povo sem emprego, sem comida, na sarjeta", disse.

Muito aplaudida, Dilma destacou que até os anos 1980 o Brasil tinha uma indústria naval com capacidade de produção, mas que foi "enterrada pelos governos de Fernando Collor de Mello e FHC".

"E agora eles (o governo) estão querendo enterrar essa indústria que trouxe emprego de qualidade e desenvolvimento. Vejam que a construção da (plataforma) P71 está parada, quando deveria estar gerando emprego e renda. Está parada porque eles querem vender o Brasil".

E voltou a dizer que "sofreu um golpe por um bando de corruptos", quando foi interrompida por um "Fora Temer". Ela também atacou a Rede Globo como o "principal partido do golpe que quer enquadrar o Brasil no neoliberalismo, na desigualdade e no desemprego".

Fonte: RBA - Rede Brasil Atual Via RN POLITICA EM DIA

COM TEMER REJEITADO, 85% DEFENDEM ELEIÇÃO DIRETA, APONTA DATAFOLHA

A impopularidade do governo Michel Temer (PMDB) cresceu e já é comparável à de sua antecessora, Dilma Rousseff (PT), às vésperas da abertura do processo de impeachment que acabou por cassá-la em 2016.

Segundo pesquisa do Datafolha, a gestão do peemedebista tem 61% de avaliação ruim ou péssima, com 28% a considerando regular e apenas 9%, ótimo ou bom.

Logo antes de a Câmara afastá-la, em abril do ano passado, Dilma tinha 63% de rejeição e 13% de aprovação. Era um número inferior ao recorde da própria petista, o maior aferido pelo instituto desde a redemocratização de 1985: 71% de ruim/péssimo e 8% de ótimo/bom, em agosto de 2015.

Os 9% de aprovação são também similares à taxa de Fernando Collor de Mello antes de ser impedido, em setembro de 1992, embora a reprovação fosse maior (68%). As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Quando colocado como eventual candidato à reeleição, Temer vê a rejeição a seu nome subir de 45% para 64% de dezembro para cá.

O presidente já disse ter consciência de sua impopularidade e que aproveita isso para tentar fazer avançar uma agenda de reformas de difícil aprovação popular.

Via RN POLITICA EM DIA

PF realiza nova fase da Lava Jato e mira advogado ligado a Renan Calheiros

Polícia Federal saiu às ruas na manhã desta sexta-feira (28) para cumprir mandados da Operação Satélites, relacionada à Lava Jato. O principal alvo é o advogado Bruno Mendes, ligado ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL). Os agentes fizeram busca e apreensão no escritório de Mendes.
Ao todo, a operação tem 10 mandados, todos de busca e apreensão. A fase desta sexta foi autorizada pelo ministro Édson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), dentro de um dos 13 inquéritos abertos para investigar Renan Calheiros.
A primeira fase da Satélites foi deflagrada em março. A operação tem esse nome porque os alvos são pessoas próximas aos políticos investigados na Lava Jato no âmbito do STF. Na ocasião, os mandados tiveram como alvos pessoas ligadas a Renan, ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), ao senador Humberto Costa (PT-PE) e ao senador Valdir Raupp (PMDB-RO). Eles negaram envolvimento em qualquer tipo de irregularidade.
Conversa sobre a Lava Jato
Bruno Mendes era um dos advogados de Renan presentes em um conversa que foi gravada pelo ex-presidente da Transpetro e um dos delatores da Lava Jato Sérgio Machado.
As gravações, apresentadas por Machado em 2016, contêm conversas de uma reunião na casa do então presidente do Senado, Renan Calheiros, com a participação do ex-ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira, quando ele ainda era conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Após a divulgação da conversa, SIlveira deixou o ministério de Temer.
Segundo Sérgio Machado, na conversa houve troca de reclamações sobre a Justiça e a operação Lava Jato. Na gravação, Fabiano Silveira faz críticas à condução da Lava Jato pela Procuradoria e dá conselhos a investigados na operação.


Fonte - G1

Rogério Marinho critica manifestações e diz que é “para manter privilégios das corporações”

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB), relator do projeto de alteração das leis trabalhistas, criticou as manifestações realizadas nesta sexta-feira (28), que foi colocada como Greve Geral. O deputado observou apenas os atos de violência e as ações que impediram a população de se locomover.
“Alguns fascistas travestidos de manifestantes atacam população. Não entendem que direito à greve é daqueles que dela querem participar, não é licença para impor e intimidar outros como milícias bolivarianas”, disse o parlamentar por meio de suas redes sociais.
Deixando de lado os bons protestos que lutaram pelos direito dos trabalhadores, Rogério Marinho procurou fazer comparativos entre Brasil e Venezuela, afirmando que os brasileiros não podem permitir que “a realidade da Venezuela se transporte para o Brasil”. O tucano disse que o “medo de perdas de privilégios de corporações é a alma do protesto. PT e esquerda brasileira são face atrasada da política com pauta corporativista do século XIX, defendem privilégios e corporações contra o povo”.
Para o deputado, o que motivou o protesto não foi termos que detalham férias ou acordos trabalhistas, mas justamente o fim do imposto sindical obrigatório, alvo de críticas dos sindicalistas durante os debates do projeto na Câmara. A contribuição anual, que atualmente corresponde a um dia de trabalho, foi colocada como facultativa, ou seja, o trabalhador terá o direito de escolher se paga ou não a contribuição ao seu sindicato.
Via Blog do Wallace

Bandidos atacam agência bancária, caixa eletrônico e agência dos Correios no Sertão da PB


Em menos de uma hora duas agências bancárias, uma agência dos correios e uma farmácia foram arrombadas e explodidas em duas cidades do Sertão da Paraíba. Os casos ocorreram em Brejo do Cruz e Vista Serrana, que ficam a cerca de 70 quilômetros de distância, uma da outra. Entre as ações, a Polícia Militar localizou um veículo queimado na zona rural que pode ter sido usado por suspeitos. Ninguém foi preso.

O primeiro caso foi registrado na cidade de Brejo do Cruz, por volta de 1h40, quando um grupo formado por seis homens chegou a cidade, arrombou a agência bancaria e explodiu um caixa eletrônico. De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos conseguiram fugir levando o dinheiro do banco. Na fuga, eles espalharam grampos.

“Eles fugiram em uma caminhonete L-200 e deixaram grampos espalhados. No fim da madrugada, vários comerciantes que estavam se deslocando para a feira no mercado público da cidade tiveram os pneus dos carros furados. Foram feitas buscas, mas até o fim da madrugada ninguém foi preso”, disse o sargento Coelho.

Já na cidade de Vista Serrana, ocorreram três ataques seguidos. Um grupo também formado por seis homens chegou a cidade e explodiu um caixa eletrônico de um banco, a agência dos Correios e ainda arrombaram uma farmácia, no centro da cidade.

Segundo a Polícia Militar a ação ocorreu por volta de 2h20, mas até 9h não havia sido confirmado se os suspeitos conseguiram levar dinheiro do caixa eletrônico ou da agência dos Correios. O grupo fugiu por uma estrada vicinal, onde foi localizado um carro queimado. Os policiais suspeitam que o carro tenham sido usado na ação.

No momento dos ataques, havia apenas dois policiais no destacamento da Polícia Militar de Vista Serrana. Um deles disse que ouviu três explosões. “Um morador ligou para ao destacamento informando quando os homens já estavam montando os explosivos. Ainda tentamos perseguir o grupo, mas os pneus de duas viaturas furaram. Tivemos o apoio de policiais de outras cidades, mas ninguém foi preso”, disse o soldado Michael Marçal.

*G1 PB Via Nosso Paraná RN